AGENDE SUA CONSULTA 

Powered by ChronoForms - ChronoEngine.com

  • cirurgia plastica medibel
  • 1

News

Alimentos termogênicos

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 10 Abril 2015 14:18
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1560
  • 10 Abr

Os alimentos termogênicos aumentam a temperatura corporal e aceleram o metabolismo, fazendo o organismo gastar mais energia e gorduras acumuladas, facilitando o processo de emagrecimento.

Além disso, os alimentos termogênicos também facilitam a digestão, melhoram a circulação sanguínea, previnem contra o câncer de cólon e ovário, e auxiliam no tratamento de gripes.

O gengibre, a canela, a pimenta, o chá verde, a couve e o café , são exemplos de alimentos termogênicos.

Uma dieta rica em alimentos termogênicos combinada com a pratica de exercícios físicos é muito eficaz para indivíduos que pretendem emagrecer. O consumo desses alimentos faz com que o corpo gaste mais energia e queime mais calorias.

Apesar de todos os benefícios citados, eles devem ser consumidos com cautela para portadores de doenças cardíacas e distúrbios na tireóide.

Também não devem ser consumidos mais de duas ou três vezes ao dia pois podem provocar efeitos colaterais como aumentar a tensão alta ou provocar insônia.

Por exemplo, indica-se ingerir uma colher de chá de canela por dia, no leite, iogurte ou frutas. O gengibre pode ser utilizado como tempero na preparação de carnes e pratos quentes, na forma de chá ou batido com frutas.

Pode-se colocar uma colher de chá de pimenta vermelha como tempero de pratos quentes e em saladas. O café facilita a digestão e pode-se tomar após a refeição, de duas a três xícaras por dia.

O vinagre de maçã pode ser usado como tempero de saladas. No caso do chá verde, recomenda-se ingerir até duas xícaras, só não após as 17h da tarde pois pode causar insônia.

Prótese de Glúteos

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Quinta, 02 Abril 2015 16:43
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1628
  • 02 Abr

A prótese de glúteos, também conhecida como gluteoplastia, é uma cirurgia plástica em que uma prótese de silicone é alojada na região dos glúteos, dando maior volume e projeção para a área.

O procedimento é indicado para pessoas com nádegas pequenas ou com um bumbum desproporcional ao corpo e ajuda a dar maior volume do que contorno corporal.

É feita uma incisão na lombar, onde normalmente é colocada a prótese atrás do músculo do bumbum. A escolha do tamanho, tipo de prótese e melhor local para a incisão é feita pela cliente junto ao médico.

A anestesia pode ser geral ou peridural. O procedimento dura, em média, de 3 à 5 horas, enquanto tempo de internação normalmente é de 24 horas.

Antes de qualquer procedimento é feita um análise do histórico médico do paciente e também exames de rotina.

No pré-operatório é indicada a utilização de cremes hidratantes para preparar a pele a ser esticada, para diminuir a possibilidade do surgimento de estrias.

No pós-operatório é necessário dormir de bruços e manter a região higienizada. Depois de sete dias é possível sentar. Sessões de drenagem linfática ajudam a diminuir o inchaço, eliminar líquidos e potencializa os resultados.

Guia de cuidados no pré e pós operatório

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 27 Março 2015 14:50
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1452
  • 27 Mar

A eficiência da cirurgia plástica não depende somente do seu planejamento cirúrgico, mas sim de diversos fatores responsáveis por bons resultados e uma recuperação rápida.

A preocupação com os cuidados no pré e pós-operatório evitam possíveis complicações garantindo um resultado estético satisfatório após o procedimento cirúrgico.

Após qualquer intervenção cirúrgica, o corpo precisa de um tempo para se regenerar. O sistema imunológico fica abalado e a circulação sanguínea precisa trabalhar o dobro. Além desse fatos, a cicatrização e a eliminação de líquidos consomem uma energia muito grande do paciente.

Por esse motivo é importante seguir as orientações do médico. Todas as dúvidas devem ser esclarecidas com o profissional antes da cirurgia, para que o resultado final do processo seja o melhor possível.

Pré-operatório

Qualquer cirurgia requer um jejum de, pelo menos, oito horas. É aconselhável fazer refeições leves no dia anterior. Não fume durante 30 dias antes da cirurgia, a nicotina irrita o pulmão e prejudica a oxigenação do sangue, além de causar uma dificuldade na cicatrização da cirurgia.

Suspenda o uso de medicamentos que contenham AAS (Ácido acetilsalicílico), como aspirina e todos os contraindicados em casos de suspeita de dengue. Eles dificultam o processo de coagulação e aumentam o sangramento durante o procedimento.

No dia da cirurgia, leve para o hospital produtos de higiene básica, roupas largas e de fácil colocação, blusas de abotoar e óculos de sol, no caso de cirurgia de pálpebras.

Faça uma pausa em medicamentos como anticoncepcional ou hormônios antes da cirurgia com anestesia peridural ou geral. Eles aumentam o risco da coagulação do sangue dentro das veias e embolia pulmonar, ocasionando a trombose.

Pós-operatório

É ainda mais importante seguir as recomendações de pós-operatório para evitar abertura ou alargamento das cicatrizes, inflamações, inchaços e outras complicações.

Nos primeiros dias é comum ter tonturas, náuseas, e queda da pressão. Por isso é necessário o repouso inicial. Os curativos devem ser realizados conforme as instruções do seu médico e as cicatrizes devem ser lavadas com água e espuma do sabonete.

A cicatriz leva cerca de quarenta dias para ter uma força razoável, por isso é importante evitar movimentos que forcem a região da cicatriz.

Após cirurgias como abdominoplastia e lipoaspiração, é recomendado sessões de drenagem linfática. A drenagem é uma massagem que auxilia o organismo na eliminação de líquidos e evita o aparecimento de fibroses.

Alimente-se bem, hidratação é importante. No caso das atividades e exercícios físicos, as liberações são feitas de acordo com a recuperação de cada paciente, que é avaliada nas consultas de pós-operatório.

É muito importante seguir todas as instruções de seu cirurgião sobre o pós-operatório, assim você poderá evitar uma série de riscos a sua própria saúde e se beneficiará com resultados muito mais satisfatórios.

Como obter uma boa cicatrização

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 20 Março 2015 17:06
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1554
  • 20 Mar

Uma boa cicatrização é o efeito esperado por todas as pessoas que passam por cirurgias ou tenham sofrido uma lesão grave. Mesmo pequena, a cicatriz é inevitável.

No caso da cirurgia plástica planejada, o assunto é parte fundamental da conversa com o médico. Já nas consultas, o paciente fica ciente de que os cortes são preferencialmente programados para regiões do corpo pouco visíveis, que coincidam com marcas já existentes e ainda locais cobertos por roupas, pelos e cabelos. Mas nem sempre o organismo colabora com a estética.

Um dos principais inimigos da cicatrização é a queloide. Qualquer pessoa pode desenvolver uma queloide, mas quem é de origem negra ou oriental tem maior tendência.

A queloide é uma cicatriz grossa gerada pelo crescimento exagerado de fibras de colágeno. Incomoda não só pela aparência, mas por causar dor, coceira e ardor. Por isso, pessoas com histórico de má cicatrização ou queloides devem informar o médico sobre essas características.

Em geral, toda cicatriz inestética é chamada popularmente de queloide, mas nem sempre isso é verdade. O resultado indesejado pode decorrer da falta de conhecimento do profissional ou de processo infeccioso que tenha se instalado na ferida cirúrgica.

Um corte sem os cuidados de um profissional especializado pode virar uma cicatriz muito marcante, gerando mais problemas que soluções estéticas.

O pós-cirúrgico também influencia na boa cicatrização. As recomendações devem ser seguidas pelos pacientes, como evitar tomar sol, evitar esforços físicos, fazer curativos, e uso de cintas, se for o caso.

Em média, após dois meses é possível ter mais certeza de como ficará a cicatriz.

Anestesia e Cirurgia Plástica

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 13 Março 2015 16:13
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1636
  • 13 Mar

A anestesia evoluiu bastante nos últimos tempos. Com a evolução da medicina, seu uso em cirurgias plásticas tornou-se um procedimento muito mais seguro. Antes de ser aplicada o médico avalia o paciente, os exames clínicos, o tipo de cirurgia e o tempo operatório para garantir sua segurança.

Pode atuar de diversas maneiras: como um analgésico que alivia a dor, um amnésico que impede que o paciente se lembre da cirurgia; e também como um imobilizador, evitando que o paciente se mova enquanto o cirurgião está operando.

Pode também promover a inconsciência e eliminar ou reduzir os batimentos cardíacos acelerados, respiração rápida e controlar o aumento da pressão arterial.

Na cirurgia plástica as mais utilizadas são a anestesia local com sedação e a anestesia geral. A anestesia local é usada para evitar a dor na área da cirurgia. Durante a anestesia local o paciente permanece acordado e consciente de tudo ao seu redor. Pode ser aplicada por uma pomada, spray ou injeção.

A anestesia geral é usada para procedimentos médicos amplos. Além de induzir o paciente ao sono, a anestesia geral evita qualquer dor, e previne que o paciente se lembre do procedimento mais tarde. Os fármacos incluídos na anestesia geral são inalados ou injetadas na veia.

Independentemente do tipo, equipamentos são utilizados durante a cirurgia para monitorar a frequência cardíaca, pressão arterial, temperatura, oxigenação e ventilação adequada. O monitoramento foi projetado para reduzir o risco de complicações.

A decisão sobre o tipo adequado de anestesia envolve cirurgião plástico, anestesiologista e o próprio paciente. Antes de qualquer cirurgia é necessário coletar uma série de informações sobre sua saúde para determinar o tipo mais adequado de anestesia.

Conforme o tipo de anestesia utilizada a recuperação pode levar entre uma e seis horas. Depois de qualquer tipo é recomendável ficar pelo menos vinte e quatro horas sem dirigir, sem operar máquinas pesadas e sem tomar decisões judiciais.

Lifting de Braço e Coxa

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 27 Fevereiro 2015 15:42
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1597
  • 27 Fev

Com o passar do tempo, o excesso de pele perde a elasticidade normalmente e braços, pernas, tórax e abdome ficam com uma aparência flácida e caída.

A dermolipectomia, ou lifting, reduz este excesso de pele, resultando em uma pele mais lisa e contornos proporcionais do corpo.

Oscilações no peso, envelhecimento e fatores hereditários podem fazer com que os braços fiquem com aparência flácida. O exercício pode fortalecer e melhorar, mas não trata o excesso de pele que perdeu elasticidade ou a gordura localizada.

O lifting de braço reduz o excesso de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo, remodelando o braço, deixando a pele lisa e com contornos suaves.

O lifting de coxa também remodela, reduz o excesso de pele e, em alguns casos, a gordura, resultando em uma pele mais lisa e contornos mais proporcionais das coxas e dos membros inferiores.

O remodelamento corporal leva de duas a cinco horas, dependendo da quantidade de pele para remover.

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões para diminuir o inchaço. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele em alguns casos.

Os resultados da cirurgia são visíveis quase imediatamente. No entanto, pode levar vários meses para os resultados finais do procedimento aparecerem completamente.

As cicatrizes permanecerão, mas os resultados podem ser duradouros se você mantiver peso estável e boa forma, e variam conforme oo seu tipo de pele e de características hereditárias.

A anestesia utilizada para o remodelamento corporal é a geral ou peridural e recomenda-se procurar sempre uma clínica séria com profissionais especializados, como a Clínica Medibel.

Massagem modeladora

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 06 Março 2015 17:02
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1543
  • 06 Mar

A massagem modeladora é uma técnica que modela o corpo através da manipulação manual dos tecidos superficiais e profundos, estimulando a circulação sanguínea e linfática.

É uma massagem feita com movimentos mais fortes, com o intuito de atingir camadas mais profundas da pele. A atribuição de que ela quebra gorduras é controversa, já que muitos médicos afirmam que é impossível quebrar a gordura apenas com o movimento das mãos.

Mesmo assim, a massagem atua também na circulação, melhorando o metabolismo da região. Dessa forma, ela acaba sendo eficiente contra a celulite, mas apenas nos graus leve e moderada. Podem ser usados acessórios para aumentar a intensidade da massagem como: rolos com pequenas ventosas, bolinhas com texturas, luvas com texturas, entre outros.

As suas principais finalidades são ativar o metabolismo local, aumentar a circulação sanguínea e estimular respostas neuromusculares, o que dá a impressão de estar com o corpo mais rígido logo após o procedimento. Esse efeito também ajuda a reduzir a celulite no local, apenas se ela for leve ou moderada. É mais comum que a massagem acabe sendo feita com muita força e prejudique as fibras que sustentam a gordura, causando flacidez em longo prazo.

Tem movimentos mais vigorosos que a drenagem linfática, executados de forma rápida e firme. Utiliza movimentos como deslizamento, amassamento, pinçamento e percussão. Geralmente ela é restrita a áreas com grande acúmulo de gordura, como: abdômen, quadris, culote, glúteos, coxas e às vezes nos braços.

Deve ser feita uma ou duas vezes por semana, e normalmente o tratamento deve ser contínuo, para ter a manutenção dos resultados. Mas em pessoas com alimentação balanceada e atividade física constante indica-se após o tratamento uma sessão a cada 15, 20 dias após a obtenção do resultado esperado. Cada sessão dura em média de 30 a 40 minutos, e pode haver um intervalo de 48 a 72 horas entre cada uma delas, de acordo com a avaliação do profissional.

A massagem deve ser feita por um profissional de confiança, para que não deixe hematomas. É importantíssimo que a massagem modeladora seja feita por profissional capacitado, geralmente fisioterapeuta dermato-funcional ou esteticista.

Laser CO2 fracionado

  • Categoria pai: A Medibel
  • Publicado em Sexta, 20 Fevereiro 2015 14:05
  • Escrito por Libero Mais
  • Acessos: 1709
  • 20 Fev

O laser CO2 fracionado é uma técnica inovadora que auxilia e estimula a produção de colágeno, eliminando as estrias e flacidez.

Remove cicatrizes, rugas, manchas, rejuvenescendo a pele. Indica-se de duas à cinco sessões, que duram até quarenta minutos.

Antes do laser ser aplicado é utilizado um creme anestésico na região a ser tratada. O laser provoca uma queimadura superficial e controlada, chamada de dermoabrasão, que estimula a formação do colágeno e retração da pele, que também estica a pele, antes flácida.

O termo fracionado vem do raio laser dividido em vários micro-raios, que fazem com que o tratamento seja mais eficaz e possível de ser aplicado em regiões pequenas.

Os resultados do tratamento já podem ser notados na primeira sessão, mas sugere-se reaplicar a cada seis meses para mantê-los e combater o processo de envelhecimento.

Como todo procedimento estético, é necessário que seja feito em uma clínica especializada, com bons equipamentos e profissionais sérios, para segurança e eficácia do tratamento.

News Medibel